Buscar
  • coletivopisa

Anhangabaú: vale dos sonhos


A ideia do percurso é mostrar, através de várias propostas que foram elaboradas para o Anhangabaú, como os diferentes ideários sobre São Paulo foram se transformando ao longo da trajetória da cidade.


O local esteve presente em diversos momentos ilustrativos da história de São Paulo, desde sua época de província e chegando à condição de metrópole. O espaço que antes abrigava o Ribeirão Anhangabaú, hoje canalizado, sempre foi usado como projeção das ideias de modernidade correntes em diferentes momentos. Ou seja, as diversas propostas elaboradas para o vale denotam distintos modos de pensar a urbanidade local. Do estilo francês presente na arquitetura do Teatro Municipal ao arranha-céu em formato de prisma do Edifício CBI Esplanada, o “vale dos sonhos” traz em sua paisagem heterogênea múltiplas visões de cidade projetadas para São Paulo. Um concurso público convocado na década de 1980 contribuiu ainda mais para estimular o imaginário sobre o espaço.


O roteiro explora esses aspectos através da visita a locais notáveis, como a esplanada do Municipal, o Edifício Martinelli e o Edifício Conde de Prates, além de um convite à descoberta da arquitetura paisagística do projeto atual do Vale do Anhangabaú.


por Marina Brandão e Renato Cymbalista

0 visualização
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W
  • Twitter B&W

© 2018 por Giovanna Fluminhan e Stephanie Guerra. Coletivo PISA.