Buscar
  • coletivopisa

Espaços da prostituição feminina em São Paulo


Atualmente, as ruas Aimorés e Professor Cesare Lombroso concentram o comércio de roupa feminina mais chique do polo têxtil do Bom Retiro. Nem sempre foi assim. De 1940 a 1953, Aimorés e Itaboca (antigo nome da Cesare Lombroso) formaram a Zona de Meretrício Popular de São Paulo. Nessa época, a prostituição feminina ocorria em áreas específicas da cidade, determinadas e supervisionadas pelo Estado.


O percurso narra a história da zona e das mulheres que nela moravam e trabalhavam. Com uma abordagem que se contrapõe ao discurso estigmatizante, são introduzidos aspectos da história da prostituição feminina em São Paulo e os motivos da escolha do Bom Retiro como área para a instalação da zona, depois de a mesma já ter ocupado outras regiões da cidade, como Santa Ifigênia.


São abordados múltiplos conflitos, disputas e tensões envolvendo diferentes grupos sociais que habitavam o Bom Retiro na época, como comerciantes, moradores, Estado, além das próprias prostitutas. Trata-se da recuperação de uma história que deixou poucos registros materiais na paisagem urbana atual, tendo sofrido mecanismos de apagamento de memória, exemplo da mudança de nome de uma das ruas que compunham a zona.


por Paula Janovitch

119 visualizações
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W
  • Twitter B&W

© 2018 por Giovanna Fluminhan e Stephanie Guerra. Coletivo PISA.