Buscar
  • coletivopisa

Três donas: Maria Antônia


Fotos: Giovanna Fluminhan

O projeto Três Donas aborda as histórias de três mulheres proprietárias de terras cujos loteamentos originaram os bairros Consolação, Higienópolis e Vila Buarque. São elas Dona Maria Angélica, Dona Maria Antônia e Dona Veridiana. Cada uma possui seu próprio percurso, nos quais são discutidos as influências dos capitais cultural e econômico no papel desempenhado por algumas mulheres de elite na sociedade paulistana do século 19 e início do século 20. Além das particularidades de cada trajetória e dos territórios a elas atrelados, são debatidos os processos de urbanização de bairros paulistanos e a permanência da memória social dessas mulheres a partir da existência de vias importantes em São Paulo que levam seus nomes.


Tendo como eixo a trajetória de Dona Maria Antônia da Silva Ramos, a Baronesa de Antonina (1815-1902), o roteiro percorre territórios dos bairros da Consolação e Vila Buarque, onde anteriormente localizavam-se as terras da Baronesa. Durante o percurso são discutidos os motivos da área concentrar vários equipamentos de cultura, educação e saúde ao longo da história de sua urbanização (Biblioteca Monteiro Lobato, Escola Rio Branco, Faculdade de Economia, Santa Casa de Misericórdia,entre outros).


São abordadas a importância de Dona Maria Antônia para a construção da sede da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o papel das mulheres na história desta instituição, o significado das chácaras nesta área periférica ao centro e como se deu a abertura da rua que leva seu nome. São também colocados na roda outros fatos da vida de Maria Antônia relevantes para se pensar a presença feminina na história urbana dessa região e da cidade como um todo.


por Paula Janovitch

0 visualização
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W
  • Twitter B&W

© 2018 por Giovanna Fluminhan e Stephanie Guerra. Coletivo PISA.